sexta-feira, 14 de abril de 2017

Pastor é preso por suspeita de estupro de menores e tenta ocultar caso com R$ 200

IMG_0306O pastor e ex-candidato a vice-prefeito de Cuiabá (MT) pelo partido PSD, em 2012, Paulo Roberto Alves, de 52 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar, por suspeita de estupro de vulnerável e favorecimento à prostituição de uma criança de 11 anos e uma adolescente de 16 anos. Ele foi encaminhado para o Centro de Custódia da Capital (CCC) na quinta-feira, 13, onde permanece detido.

Após audiência de custódia, o juiz decretou a prisão preventiva de Alves. O delegado plantonista Cláudio Vítor Freesz, da 2ª Delegacia de Polícia (DP) de Cuiabá, pediu a perícia do celular de uma das garotas. O aparelho será encaminhado aos responsáveis na segunda-feira, 17.


Robson Pires

0 comentários: